Aqui tem con-te-ú-do!

Eu vou trabalhar com uma franquia!


Parabéns! Se você leu meu primeiro artigo – Minha opção de trabalho é uma franquia – e está aqui de volta, é sinal que realmente quer se preparar para esse grande passo. Tornar-se um franqueado.

Começam aqui as dicas que pretendo dar.

Para começar, as opções são inúmeras e você deve ter um ramo específico de sua preferência. É necessário que tenha pelo menos conhecimentos básicos do ramo pretendido, e se não tem, deve buscar conhecer. Visite estabelecimentos do ramo, converse com os funcionários, tente conversar com o empreendedor e observar as nuances do negócio. Observe o movimento de clientes e a relação deles com o ponto comercial. Existem muitos negócios que só têm viabilidade em shopping centers.

Em breve teremos um artigo exclusivo sobre as locações em shopping centers. São difíceis. Mas ainda estamos na fase do preparo pessoal para enfrentar a jornada empreendedora.

Uma regra importante é não acreditar no representante da franquia. Ele é um vendedor, sujeito a metas e com a necessidade de vender, por mais que ele afirme que é um “consultor” e quer te ajudar. Não ele não é o tipo de consultor que você precisa.

Invariavelmente esse representante da franquia vai te convencer das inúmeras vantagens do negócio que lhe apresenta; o dele é sem margem de erro o melhor negócio ou o melhor preço e quase sempre tem uma outra proposta na mesma região que você está prospectando. Não se preocupe com isso. Se não for essa, será outra, e a outra pode ser melhor.

Pressão é técnica de venda - leia nosso especialista Daniel Mestre.

Você tem que estar preparado - leia nosso especialista Maurício Micheletti.

Uma franquia tem a obrigação de proporcionar a alguém que não é expert no negócio oferecido através de franchising, a possibilidade de concorrer no ramo com competência e eficiência, e a maioria não chega a esse patamar. Tem muito oportunista no ramo de franchising.


Não são todas. Tem muita franquia que oferece treinamento sério e eficiente e nesse caso, as chances de sucesso aumentam drasticamente.


80% das micro e pequenas empresas fecham as portas nos 05 primeiros anos, no ramo de franquias esse número cai para 15%! Esse número é do SEBRAE.


Isso demonstra que as franquias têm evoluído positivamente no Brasil. O número ainda é alto, mas isso é consequência do ambiente de negócios brasileiro. Somos o 124º no ranking de facilidade de fazer negócios do Banco Mundial.

Independentemente de a franqueadora ter competência para formar um excelente empreendedor, cabe ao empreendedor buscar a preparação necessária para ter sucesso e garantir seu investimento.

Lembro que muita gente atribui o sucesso do McDonald’s aos pontos comerciais, cuidadosamente escolhidos, mas não deixe de lembrar a existência da Universidade do Hamburguer, que treina todos os franqueados exaustivamente e que inclui um estágio durante esse treinamento em lojas da rede, ou seja, esse é realmente um franqueado preparado.

Existem infinitos cursos, MBAs, seminários e aulas para preparar um novo empreendedor. Um que indico com tranquilidade e tem um custo relativamente pequeno é o Empretec do Sebrae (tem um artigo aqui, extraído diretamente do site do Sebrae – leia). Um outro caminho é a contratação de uma consultoria empresarial especializada em franquia para te ajudar, mas o impeditivo é o custo, eventualmente. Vale a pena.


Ler ajuda muito!




Livros!

Recomendamos:

Cometemos algum erro?

Ajude-nos a corrigir! 

Clique no abacaxi:

Abacaxi Icon - Amarelo

Cadastre-se e receba informação de qualidade sobre mercado de trabalho, carreira e emprego direto no seu e-mail.

Nós enviamos APENAS UM E-MAIL por semana, contendo todas as atualizações que você precisa para cuidar da sua vida profissional.

Nós também NÃO GOSTAMOS DE SPAM!

© 2023 por HBS.